Rua Gomes de Carvalho, 1356 - 2º andar
São Paulo - SP
Avenida Carlos Gomes, 222 - 8º andar
Porto Alegre - RS
+ 55 (11) 3995-5221
+ 55 (51) 3378-1136

PR HACKS - ENGAJE!

#EraDoEngajamento

Pesquisa revela expectativa do brasileiro para 2018

Empolgação com a Copa, desengano com a política. Esse é o ânimo geral do Brasil em 2018, revelado pela segunda edição da pesquisa Monitor Satisfação, promovida pela Engaje! e Perception. O material diz muito sobre o que os brasileiros esperam para esse ano em diversos setores, da política à economia. Para traçar esse panorama, foram ouvidas 805 pessoas das classes A, B e C de todas as regiões do país, entre os dias 1 e 5 de fevereiro.

“Temos investido nesse projeto porque ele está conectado à essência da Engaje, que é de compartilhar o conhecimento e a informação, que são a chave para uma mudança efetiva na sociedade”, comenta Adriana Rodrigues, sócia diretora da Engaje! “Investir num parceiro para trazer esses dados sólidos não poderia estar mais alinhado com o que acreditamos e entregamos aos nossos clientes: uma comunicação de vanguarda”, finaliza.

Os dados trazem insights úteis para os planos de comunicação, especialmente em um ano agitado como esse promete ser — já está sendo, aliás — e foram divulgados em primeira mão no Propmark. Veja a seguir detalhes de cada setor investigado.

Copa do mundo

Parece que o 7 a 1 de 2014 ficou mesmo no passado. Prova disso é que 75% dos entrevistados estão otimistas com o desempenho da seleção na Copa do Mundo da Rússia: 51% creem que será bom e 24% muito bom. Quando questionados sobre as chances do Brasil levar a taça para casa, 60% apostam que o hexa vem.

Informação importante para quem compra mídia ou planeja ações de marketing para ocorrerem durante o evento: 85% deles afirmaram que devem acompanhar o torneio.

Política

O otimismo em relação à Copa é praticamente o oposto do sentimento que os brasileiros dedicam às eleições deste ano.

Esse pessimismo se reflete também na expectativa para o próximo presidente. Quando questionados sobre o que esperam do novo chefe do Executivo, apenas 35% acreditam que ele será bom, enquanto 30% acham que será ruim e outros 35% que não será nem bom nem ruim.  

A pesquisa também checou a posição dos entrevistados sobre outros temas políticos recentes: 60% apoiaram o impeachment de Dilma e 78% estão insatisfeitos com Temer (sendo 49% extremamente insatisfeitos). 

Adeus ano velho

2017 foi um ano marcado pela insatisfação especialmente em relação ao próprio bolso. A situação econômica pessoal foi o fator mais indicado para justificar essa impressão negativa do ano passado. Mesmo assim, 47% dos brasileiros acreditam que ficará satisfeito em 2018 justamente por conta da carteira mais cheia.

Para esse ano, aliás, expectativas melhores: 61% estão otimistas, 28% neutros e 11% pessimistas. Parte disso por conta de uma expectativa de melhora na economia pós-eleição: 46% apostam nisso, enquanto 33% acham que permanecerá igual e 20% que vai piorar.

Padrões de consumo

 A Monitor Satisfação aponta que o ano começa com planos de economizar nos gastos não essenciais. Foram sete categorias analisadas. Lazer em casa (livros, filmes, séries etc), lazer fora de casa (restaurantes, viagens, shows), produtos de cuidados pessoal (talcos, maquiagens, hidratantes etc), eletroeletrônicos, alimentos supérfluos (queijos, iogurtes, doces), eventos esportivos (campeonatos de futebol e outros esportes, ao vivo e na TV) e consumo de artigos esportivos (camisetas, tênis e acessórios). 

Entre elas, só lazer e cuidados pessoais cresceram: 54% dos respondentes declaram que irão consumir mais do primeiro grupo, enquanto 38% pretendem ampliar gastos com o self care. Nas outras categorias, a intenção de consumo permaneceu a mesma ou caiu. O principal destaque aqui é que, mesmo em ano de copa, 44% responderam que pretendem reduzir investimentos em artigos esportivos.